segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Tenho bons amigos o que posso almejar mais?



- Bom Dia! Eu gostaria de reservar uma mesa para três.
- Pois não senhora, e qual horário seria melhor?
- Às treze horas estaria ótimo.
- Lamento senhora, mas hoje só abrimos para o jantar.
Eu quis morrer. Meu amigo virtual, tinha chegado da Áustria só para almoçar neste restaurante, e não ia abrir para o almoço?
Envergonhada, liguei para ele:
- Mikail, o restaurante não vai abrir hoje para almoço.
Educado que é, um verdadeiro gentleman, deixou-me à vontade para escolher outro restaurante. Foi o que eu fiz... Liguei para o restaurante ao lado que também é muito bom, reservei e fui buscar ele e a mãe em Copacabana.
Cuidadoso ele fez sinal para que eu o esperasse enquanto conduzia com todo o cuidado dona Margô pelo braço.
Finalmente via ao vivo e a cores meu amigo virtual. Incrível mas ele era bem do jeitinho que eu imaginava. Parecia que nos conhecíamos desde a infância, e dona Margô também, me achou com um ar bastante familiar, como se eu passasse as tardes vendo sessão das duas e tomando toddy em sua casa.
Eu não gosto de dirigir quando tem alguém comigo no carro, fico insegura, acho que a pessoa vai achar que eu sou barbeira e sou mesmo!
Fiz uma concessão para ser gentil com agora meus dois novos amigos. Distraída fui conversando e devo ter levado uma hora para ir de Copacabana ao Leblon.
Já no restaurante, fomos muito bem atendidos por um garçon novinho. Para mim, um bom restaurante tem que ter mais que uma boa comida e uma carta de vinhos. O banheiro tem que ser impecável e o serviço atencioso na medida certa. O garçon tem que ter o timing correto. Saber estar presente sem interromper a conversa,  ser simpático sem ser íntimo. Estávamos com sorte o garçon era tudo isso!
Não pedimos vinho, eu ia dirigir, se beber não dirija, se dirigir não beba.
Não consigo me lembrar direito o que eu comi para harmonizar com minha àgua mineral gaseificada naturalmente, eu sei lá em que fonte. Lembro que fiquei lutando um tempão com uma salada verde que tinha um exagero de folhas, imagino que a salada só podia ser de queijo cabra com aceto balsâmico, ou então lascas de presunto parma crocante, é o que servem com as folhas, poucas variações sobre o mesmo tema.
Lembro também que dona Margô pediu um creme de mandioquinha com camarão, mas foi Mikhail quem comeu! De resto não me lembro de mais nada, acho que não comemos sobremesa. O papo foi ótimo, Mikhail é muito culto. ...Então bem educado e culto é uma ótima companhia.
É o que eu sempre digo para as minhas filhas, boa educação e um belo sorriso no rosto abrem muito mais portas do que a roupa da moda, ou a parafernália tecnológica que elas tanto almejam.

Almejar palavra esquisita, será que tem haver com alma. Só um instante, vou ver: Não encontrei, mas encontrei um dicionário de rimas !!!!

Rimas com almejar

espumarsojugarvaguearacordaracertaraplacarlimitarrefutarrematarconfiarescolarajeitarmurcharfarejardevagarefetuardesatarrelegar. 


Chega de bobeira. Vou trabalhar. Um beijo pro meu amigo Mikhail e para dona Margô, duas ótimas companhias para uma tarde de segunda-feira.

6 comentários:

Chica disse...

Que legal e bom de ler!beijos,tudo de bom e ótima semana!chica

Tertúlias... disse...

Adorei!!!! Mikhail e Margo... Poxa... Mikhail é o nome do Baryshnikov! Margo também é muito chique!
Querida... nao resisto... posso contar a verdade?
AMEI esta postagem... quero publicá-la nas Tertúlias... Mikail pode fazer isso??? :-))
Muito carinha, amiga (nao mais virtual). Que felicidade conhecer gente assim... E dizem que a Internet é um mundo louco!
+ Beijos
Ricardo

Anônimo disse...

Ola paçoca,
sou prima do Mikhail, já lhe conhecia,de ouvir ele falar sobre voce.
Adorei sua postagem!!!!!
Bjkssssss
Marluce

Maurette disse...

Alô, Paçoca!
Sua postagem é mesmo uma delicadeza. Adorei e concordo com Mikhail: tão bom poder conhecer gente assim! Assim como você, tão verdadeira, simples e poética.
Um grande abraço
Maurette

Anônimo disse...

Me apresenta esse seu amigo !! Fui apaixonada pelo Baryshnikov...
Bjks

Tertúlias... disse...

Querida, olha só o que eu recebi da minha amiga Lícia:

Oi,Ricardo

Muito legal esse post; claro q identifiquei vc imediatamente sob o
codinome russo...hehehe.

Alias,Misha e Fonteyn? hehehe.

Sim,a internet tem coisas e pessoas ótimas - embora muito raras - e
isso é muito bom.

Bjs

Lícia