sábado, 27 de dezembro de 2008

New Year's Resolution


Já é hora de começarmos os planos para o próximo ano.
Ouvi dizer que é preciso termos muito cuidado com o que desejamos.
Eu tive uma prova disto, há duas semanas.
Hoje faz um ano (e estou escrevendo isto logo hoje por coincidência) que eu terminei a análise.
Não eu não tive alta. Foram seis anos muito ricos e que eu sinto muitas saudades.
Bom... eu ia falando sobre desejos.
Em maio eu estava com muitas saudades da minha analista e desejei vê-la.
Coincidentemente foi num domingo dia das mães que eu a vi. Eu e o marido estávamos no Shopping da Gávea com uns amigos esperando as crianças que estavam no cinema. Eu na mesma hora levantei e falei com ela.
E... então agora no fim do ano, eu lia (Mentiras no Divã) e me deu uma saudade dela. E... desejei vê-la.
Fazendo as compras para a ceia de Natal num lotado supermercado carioca. Quem eu avisto no meio da muvuca??? Ela mesma, a minha analista em carne e osso.
Não, eu não falei com ela. Estive ao lado dela três vezes e não consegui. Sabia que estava com a face ruborizada e não consegui.
Vida que segue, voltei pra casa um tanto frustrada e de repente me lembrei que eu tinha desejado vê-la e fiquei impressionada comigo mesma.
No dia seguinte estava almoçando com o marido e contei a ele o que tinha acontecido.
Ele na mesma hora disse: - Você é louca!!!
Imaginei que ele tivesse dito isto pelo fato deu acreditar que eu tinha desejado e o desejo tivesse se realizado. O marido é um tanto cético.
Ele disse você é louca, então desejou uma coisa e na hora agá desistiu?
Eu fiquei feliz por ele ter embarcado na minha loucura...
De qualquer forma da próxima vez que eu quiser ver minha analista vou desejar vê-la, falar com ela e... ou melhor quem sabe voltar para a análise...
Porque da primeira vez eu falei com ela e desta vez não?, você deve estar se perguntando. Eu também fiquei pensando o porquê. Ah! sim da primeira vez eu estava com o marido que me dá forças.
Esqueci de dizer que minha analista tem uma irmã gêmea idêntica e podia não ser ela...rsrsrsrs.
Não reli, depois eu conto como foi o natal. Agora vou fazer minha listinha para o próximo ano. beijos da Paçoca

2 comentários:

Jôka P. disse...

A minha ex-terapeuta é sogra de um famoso compositor bahiano, que envelheceu bem e gravou um dvd com o rei. Nunca mais tive vontade de revê-la.

Olga disse...

Tive uma ex-terapeuta linda e metida a íntima demais. Queria que eu trocasse de blusa na frente dela. Atendia em casa. E era síndica do próprio prédio. Não combina com terapeuta ser síndica do prédio. Minha outra ex-terapeuta era uma figura maternal. Muito boa, muito legal.
Pra nenhuma das duas eu contava mais que pequenos fragmentos de minha vida. Definitivamente, não confio nem em psicanálise.
Dá um pulo no arenascariocas.blogspot.com, Paçoca. É meu blog pessoal.
Beijo, amei sua visita ao Viver da Escrita.