terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Rapidinhas

Não tenho conseguido concentração para postar. Ando me sentindo uma bandeijinha de mosaicos, não sei nem para onde vou. Sei lá perdi um pouco o rumo. Então quando é assim recorro as rapidinhas.
O calor Senegalês que está o Rio de Janeiro fez eu me sentir como uma personagem de José de Alencar. Daquelas que desmaiam à toa. Se bem que eu preferisse ser uma Capitu do Machado que é muito mais forte. Me senti uma personagem de José de Alencar porque quase desmaiei de tanto calor. Tive que sentar-me a uma sombra e esperar a cor voltar.
Não consigo livar-me das cores e hoje achei uma música que também falava de cores, tipo aquela "esquadro9s" que postei aqui faz um tempinho. Recorri ao Youtube e lá vai:

E o que isso tem a ver com aquilo?
Sábado acordei no meio da madrugada e vi uma cena de um filme na qual um casal jantava numa pequena mesinha e um olhava para o outro e solfejava esta música. Adormeci novamente solfejando também.
Fiquei com a música na cabeça e hoje quando eu chegava em casa, depois de sentar-me a uma sombra para não desmaiar, o rádio, melhor a rádio tocava esta música. E é assim que surgem minhas postagens, que nunca são por acaso. Sento-me defronte ao computador e saio teclando, uma letrinha atrás da outra. Simples assim.

Um comentário:

Tertúlias... disse...

Saudades da querida Márcia! Adoro o que motiva suas postagens... voce retira da vida as tuas inspiracoes... sábia amiga! Beijo
Riardo