sábado, 12 de dezembro de 2009

EU QUERO CHEGAR ANTES



Coloquei os dois clipes da mesma música porque gosto do som do primeiro e da timidez do renato russo no segundo.
Também adoro cores! Se hoje o objeto que mais gosto são os livros, antes de aprender a ler já gostava de brincar com lápis de cor.
Uma das memórias mais remotas da minha infância é a de estar sentada na mesa de granito preto da sala de jantar lá de casa desenhando e de ver entrar um ladrão, da babá correr comigo, minha irmã e meu irmão pra fora e de deixar o cacula, recém nascido no quarto dormindo.
Minha mãe fazia unhas na vizinha e veio correndo, acho que não tinha nem calçado a sandália. Sei que não foi mamãe quem tirou o Duda lá do quarto, acho que foi a vizinha manicura.
O ladrão saiu correndo enquanto a rua toda gritava pega ladrão, pega ladrão...
Parece que o rapaz só tinha roubado uns trocados e um vidro de pimenta de um armazém perto de casa.
Não me lembro de ter ficado assustada naquela confusão. Fiquei só observando o corre corre, talvez,com 4 anos eu nem soubesse ainda o que era ladrão.
Eu morava em Brasília e naquela época era este tipo de ladrão que existia por aquelas bandas. Onde a terra é vermelha ( minha cor predileta).

2 comentários:

Anônimo disse...

Comovente

Tertúlias... disse...

Oba! mais uma daquelas postagens suas com lembrancas. Adoro, Marcia, este teu jeito tao meigo de ser, de escrever... até mesmo falando de um assalto! Pode? Até os ladroes antigamente eram mais breijeiros... Quanto aos videos. Adorei. Adoro conhecer coisas novas... para mim novas... morando aqui estou "mais por fora do que umbigo de vedete" (lembra desta expressao?)